TREINAMENTO PARA GARÇOM: O PASSO A PASSO COMPLETO

Da entrada à sobremesa, das boas vindas ao seu cliente à despedida: o garçom é a porta de entrada do seu restaurante.

TREINAMENTO PARA GARÇOM: O PASSO A PASSO COMPLETO

Todo dia 11 de agosto comemora-se, em todo o Brasil, o Dia do Garçom.

Peça fundamental para o sucesso do seu restaurante, a profissão de garçom vai muito além de simplesmente anotar pedidos, entregá-los e, ao final de tudo, trazer a conta.

É preciso bastante simpatia, destreza e talento para fazer com que o cliente realmente se sinta acolhido e em casa.

O garçom é o primeiro ponto de contato das pessoas com aquele novo ambiente, o seu ambiente, que você sonhou por tanto tempo em abrir e luta todos os dias para mantê-lo de pé. Portanto, esses profissionais precisam proporcionar a melhor experiência possível para elas.

E é aquela tal história: “grandes poderes trazem grandes responsabilidades”, não é mesmo?

Por isso, seu garçom precisa estar muito bem treinado para que nada saia fora do planejado na operação do seu restaurante.

Confira o passo a passo completo e saiba o que não pode faltar em um treinamento para garçons.

Cuidado com a aparência

É muito complicado julgar as pessoas pela aparência delas e aqui não iremos entrar no mérito de que um garçom ou garçonete não podem ter tatuagem, barba ou qualquer outro tipo de característica nesse sentido que, em outros tempos, poderia causar algum tipo de desconforto nas empresas.

No entanto, isso não significa dizer que seu garçom não precise estar bem apresentado ao servir.

Pequenos detalhes fazem toda a diferença quando falamos de comércio e, principalmente, comércio que trabalha com comida.

Treine seu garçom a estar sempre bem apresentado e com:

  • Unhas limpas e cortadas
  • Uniforme limpo e passado
  • Barba, bigode e cabelo aparados (ter e cuidar é diferente de obrigar a não ter)
  • Maquiagem leve (caso caiba e combine com a proposta do seu negócio)

Além disso, algo que deve ser sempre lembrado e observado é em relação a como o garçom está naquele dia de trabalho.

Caso aparente cansaço extremo, estresse ou qualquer tipo de nervosismo e/ou raiva, vale ficar de olho para evitar que isso possa ser descontado nos seus clientes.

Conversar e tentar entender o que está ocorrendo com ele, na vida pessoal ou profissional, é sempre o melhor caminho.

Postura também é imprescindível!

De nada adianta o seu garçom estar com a vestimenta e o rosto impecáveis se anda curvado pelo salão do seu restaurante.

Treine-o para que, além de manter a postura ereta, evite andar pelos corredores à toa, para não atrapalhar a circulação dos clientes e de outros colegas, e para não ficar encostado em algum lugar parado, como se tivesse “descansando”.

No lugar do celular pessoal, um celular comercial com conexão à internet apenas para que o garçom consiga, por exemplo, retirar o pedido do seu cliente ou dar baixa na mesa, em tempo real, com o sistema de gestão integrado da Yooga.

Leia mais: Como ter os melhores garçons no meu restaurante

Sorriso no rosto e animação

Essa dica parece até óbvia, mas não pode ser ignorada no treinamento do seu garçom.

Como porta de entrada do seu negócio, seu garçom precisa manter a cordialidade no atendimento do seu cliente, a simpatia e a educação.

Também já foi comprovado que a animação na hora de oferecer o atendimento é fator crucial para as vendas. E o garçom é, antes de tudo, um vendedor.

Assim, ele deve estar ciente de tudo o que o cardápio do restaurante oferece, das entradas às sobremesas, passando pelo menu de bebidas e carta de vinhos e destilados.

Atenção: ser um garçom vendedor não significa ser um garçom chato, mas, sim, um garçom que sabe oferecer dicas, orientações e os melhores pratos e bebidas do estabelecimento, de acordo com o gosto do cliente.

Bons processos = Bom atendimento

Já falamos por aqui sobre como ter um bom atendimento no restaurante e sobre a importância de termos bons processos e ferramentas para otimizar a operação do estabelecimento.

Antes de irmos mais a fundo no que a operação em si deve conter, vamos relembrar o que deve ter em um script padrão de atendimento:

  • Boas-vindas ao cliente
  • Clientes sendo chamados pelo nome
  • Oferecimento da entrada enquanto cliente espera o prato principal
  • Atenção com o cliente e suas necessidades e/ou dúvidas
  • Oferecimento de sobremesa e café ao término do prato principal e do atendimento como um todo
  • Despedida com mensagem de “volte sempre”.

Falando em “volte sempre”, não só essas duas palavras, como as já tradicionais “obrigado”, “por favor”, “por gentileza”, “por nada”, “bom dia”, “boa tarde” e “boa noite” são indispensáveis em um bom atendimento.

Você tem se certificado a respeito disso?

Continue no assunto: Investindo em treinamento para equipes de restaurante

Gif rosa e azul com texto "Seu restaurante precisa de um sistema de gestão integrado".

Passo a passo completo de um bom treinamento para garçom

Retirando o pedido

Na hora de retirar o pedido, o garçom deve ser educado, simpático e cordial, como já comentamos anteriormente, oferecendo os melhores pratos e bebidas da casa no caso do cliente pedir sugestões de prato ou estar na dúvida.

Com o Sistema de Gestão da Yooga, ele consegue lançar o pedido da mesa na tela do celular ou tablet, em apenas quatro cliques, de forma rápida e fácil.

Se o seu restaurante tiver Sistema KDS, igualmente oferecido pela Yooga, melhor ainda! O processo fica ainda mais ágil e simplificado, e cada pedido feito pelo cliente na mesa chega em tempo real na cozinha, na mesma tela.

É possível, ainda, usar o Garçom Digital para que o seu cliente consiga fazer o pedido com a nossa inteligência artificial, sem a presença de um profissional para retirá-lo.

Nesse caso, sua equipe de garçons seria voltada mais para a entrega do pedido e da conta.

Levando o pedido até a mesa e entregando a conta

Na hora de levar o pedido até a mesa, além de tomar cuidado com a circulação de pessoas e outros colegas garçons, como já citado, seu garçom deverá equilibrar muito bem os pratos, copos e demais utensílios.

Na mesa, o copo, geralmente, fica do lado direito superior do cliente. Já o prato, ao centro, com o garfo do lado esquerdo e a faca do lado direito.

Dica: Cuidado com os pratos quentes!

Boas maneiras relacionadas à abertura de bebidas também são recomendadas: não dá para, por exemplo, ao abrir uma lata de refrigerante, enfiar o dedo dentro da bebida.

Com relação ao vinho, o garçom não deve encher a taça do cliente e tomar cuidado para que ele não escorra pela garrafa (um corta-gotas pode ser interessante nesses casos).

Ao entregar e servir o prato, o profissional deve dar preferência ao lado esquerdo do cliente. Para retirar, ele deve ir pelo lado direito.

Para finalizar, lembre-o de limpar o local, pedindo sempre permissão para o cliente para tal ação.

Na hora de entregar a conta, o garçom deverá conferir se tudo foi lançado e somado de forma correta, com os devidos preços.

O que fazer em caso de acidentes

No caso de acidentes, como um prato que cai no chão ou uma bebida em cima do cliente, treine seu garçom para pedir desculpas e limpar o estrago (ou pedir para a pessoa responsável pela limpeza fazer isso para que não atrapalhe também os seus atendimentos ao cliente).

Já em caso de reclamações, o garçom deve tentar entender o problema e resolvê-lo da melhor forma possível, conversando com o cliente e sempre mantendo a calma e o tom de voz baixo. O gerente deve ser chamado em último caso ou no caso do cliente solicitar.

Oferecer alguma forma de compensação pelo inconveniente pode ser também uma boa estratégia.

O que achou do nosso conteúdo de hoje? Conta pra gente via direct ou pelo e-mail contato@sejayooga.com.br.

Quer continuar recebendo mais conteúdos como esse e em primeira mão? Assine nossa newsletter e fique por dentro das novidades!

Gif rosa e azul com texto "Seu restaurante precisa de um sistema de gestão integrado".